Keynes e a Globalização

10-08-2013 19:26

 

Apesar do aprofundamento do processo de globalização, as políticas de estímulo à procura interna continuam a ter uma importância fundamental. Nos EUA, cerca de 60% dos trabalhadores estão afetos a setores não transacionáveis (ou seja, setores que produzem para o mercado interno), enquanto que nos setores que exportam, os que absorvem mais trabalhadores são os "Serviços Profissionais" (14%) e a "Manufatura" (12%). Daí que seja extremamente importante a existência de politicas orientadas para a procura interna, principalmente em países onde se verificam estas características (como acontece em Portugal, onde grande parte dos trabalhadores estão em setores não exportadores). Um bom artigo de Paul Krugman, a ler: http://krugman.blogs.nytimes.com/2013/08/10/globalization-and-keynesianism/?_r=0

 

"The doctrine of expansionary austerity collapsed as evidence on the actual effects of austerity came in, with officials at the International Monetary Fund even admitting that they had severely underestimated the harm austerity does. The debt-scare doctrine collapsed once independent economists reviewed the data. And now the policy-uncertainty claim has gone the same way". - Paul Krugman, August 8, 2013